Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Renascer

Renascer

Reflexões e Gratidão

Alice 🦋, 22.08.20

Que fim de semana tão agradável o nosso, ninguém diria que na quinta-feira passada nos atingiu uma depressão. A verdade, é que aquele dia de chuva deu-me uns aninhos de vida. A nostalgia do cheiro de terra molhada que me fez recuar à infância não me foi indiferente.  Reflito sobre a rapidez do tempo e ao que este nos sujeita. 

Vim passar uma semana ao lar dos meus pais, à casa que me viu nascer e admito que foi desmotivante sair do carro para pôr o pé no prédio. Fazia a rotunda que antecipa a rua onde moro e a vontade de voltar para o meu novo lar era visível por quem olhasse para o meu rosto. Sei que este regresso a casa deveria de vir acompanhado com alegria de quem vai ver os seus pais mas as (más) memórias de uma adolescência atribulada não ajudam neste processo. De facto, a minha família não faz parte destas recordações que tanto me abalam, mas os mesmos acabam por sofrer as consequências de uma fala minha mais nervosa e brusca quando cá me encontro. Apesar de não ser tudo um conto de fadas entre nós os quatro (o que suponho que se igual à maior parte das famílias dos nossos dias), sou muito grata por tudo o que os meus pais abdicam para eu me sentir feliz e para que não me falte nada. Por mais que conte os dias para regressar para o meu cantinho, esforço-me por me mostrar grata aos olhos deles, que tanto fazem por mim.

Obrigada por ouvirem este desabafo meio que atrapalhado, é que o cabelo na cara derivado deste vento inquieto não ajuda em nada! Vou dar um mergulho, um resto de fim-de-semana pacífico para todos 

 

IMG_20200822_084702.jpg

 

8 comentários

Comentar post