Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Renascer

Renascer

Produtividade (ou falta dela)

Alice 🦋, 14.08.20

Antes da pandemia chegar aos nossos dias era tudo uma correria. Por mais que quiséssemos ser preguiçosos era impossível com aulas a decorrer, trabalhos, compras, entre muitos outros.

Quando me foi solicitado permanecer em casa pensei, "agora é que vou poder descansar". Apesar da continuação das aulas, estas de uma forma bastante diferente e distante, a presença de mais espaço livre durante o dia evidencio-se com alguma intensidade. A necessidade de manter a rotina que me ocupava a cabeça e que, consequentemente, me impossibilitava desanimar era colossal. 

O semestre acabou. Apesar da complexa acomodação, lá se fez tudo, talvez sem dar o meu melhor, mas ter de me habituar a acordar para ligar um computador e sair da cama quando ia passar a manhã no quarto não foi tarefa fácil. 

As férias já vão a metade e se perguntarem o que fiz nestes dois meses, eu não saberei responder. A verdade, é que tentar rodear-me de energias positivas foi uma prioridade. Nem sempre foi fácil, ainda hoje não o é. Não sei o que é suposto fazer neste período de pausa, mas a ideia da vida estagnar por uns meses não é nada rendoso para o meu ser. 
O que é suposto fazer quando não somos bons a desenhar, pintar ou mesmo a cantar? Eu não sei, a verdade é que não tem sido fácil ocupar a cabeça, e a existência de dias monótonos é uma realidade. De momento, tento dar o meu melhor, acordo quase sempre cedo para aproveitar a manhã o máximo possível, seja com uma caminhada, meia hora de exercício ou até para me sentar na varanda e respirar o que o amanhecer tiver para me dar, mas a verdade é que nem sempre é fácil. Ou ao meio do dia já estou com alguma preguiça e tenho de lutar contra a vontade de abraçar os lençóis, ou até estou relativamente desperta mas sem saber a que me agarrar para passar o tempo. 

Não está a ser muito fácil admito. Há dias em que a vontade de ser o máximo produtiva e não saber por onde me guiar corroí-me o corpo. Parece que os outros conseguem sempre tudo e como aproveitar a vida ao máximo e nós não temos jeito para nada sabem? 

Seja como for, já são seis da tarde, e desde que acordei já consegui fazer exercício, continuar o meu bullet journal (agora deu-me para esta, mais uma tentativa de organização), fazer um almoço repleto de sabor e até respirar fundo (o que às vezes nos esquecemos, apesar da sua importância para acalmar a mente). 

E assim se passa mais uma sexta-feira, a rezar para que amanhã o tempo passe a correr e as ideias de um dia produtivo apareçam. 

Bom fim de semana a todos! Se possível, aproveitem para descansar que também é preciso 

4 comentários

Comentar post